domingo, 15 de junho de 2008

Biopirataria: Segunda parte

Os biopiratas lutam para conseguir patentes dos estudos feitos apartir da nossa matéria prima:
Patentes são concedidos para invenções para um período de 20 anos.. Estas invenções devem ser de uso prático, mostrar um elemento de novidade e um passo inventivo. Definição: Uma patente é um título de propriedade temporário outorgado pelo Estado, por força de lei, ao inventor/autor ou pessoas cujos direitos derivem do mesmo, para que esta ou estas excluam terceiros, sem sua prévia autorização, de atos relativos à matéria protegida, tais como fabricação, comercialização, importação, uso, venda, etc. (fonte:www.inpi.gov.br).
O Projeto de Lei nº 306 dispõe sobre os instrumentos de controle do acesso aos recursos genéticos do país e outras providências. Ele foi proposto em 1995 pela Senadora Marina Silva, e enviado para a Câmara dos Deputados, onde ele permanece parado até hoje.O projeto dispõe sobre a preservação da diversidade, a integridade e utilização sustentável do patrimônio genético do país e regulamenta especialmente os artigos 8-J e 15 da Convenção da Biodiversidade. O projeto estabelece, entre outros, os princípios da
Soberania do poder público sobre os recursos genéticos existentes no território nacional,
Participação das comunidades locais e dos povos indígenas nas decisões sobre o acesso aos recursos genéticos,
Prioridade, no acesso aos recursos genéticos, para os empreendimentos nacionais,
Promoção e apoio dos conhecimentos e tecnologias dentro do país,
Proteção e incentivo à diversidade cultural,
Garantia da biossegurança e da segurança alimentar do país;
Garantia dos direitos sobre os conhecimentos associados à biodiversidade. *Fonte: Marina no Senado – 2001, Publicação do Gabinete da Senadora Marina Silva, Brasilia 2002.
A biopirataria movimenta US$ 1,5 bilhões por ano só no Brasil. O alerta foi dado pela Renctas (Rede Nacional de Combate aoTráfico de Animais Silvestres) quando o brasileiro Dener Giovanini ganhou da ONU o Prêmio Unep-Sasakawa, considerado pela comunidade ambientalista mundial um Nobel do meio ambiente. O único brasileiro a receber essa distinção anteriormente foi o seringueiro Chico Mendes, em 1990. Dener é fundador e coordenador-geral da Renctas, fundada em 1999 para combater o comércio ilegal de animais. Levantamento da ONG feito em 1991 aponta que de cada dez animais aprisionados, apenas um resiste à captura e ao transporte. O fundador da Renctas afirma que a nossa legislação pune com rigor o caçador de animais silvestres, mas é benevolente com o grande traficante: “o risco é baixo e há muito dinheiro em jogo. Para se ter uma idéia, dez 10 ovos de arara na maleta valem cerca de US$ 100 mil. E se eu for pego em Miami serei condenado a pagar apenas três cestas básicas,” explica Dener. Para o ambientalista, a impunidade e os altos lucros têm atraído para o comércio de animais traficantes de drogas, armas e pedras preciosas. (Carmel gomes)
O relatório da Renctas sobre o tráfico de fauna silvestre, realizado em 2001, revelou que 38 milhões de espécimes são retirados anualmente da fauna brasileira. O número é bem superior ao da estimativa oficial: 2 milhões. De acordo com o levantamento, o Brasil fornece 95% das espécies vendidas ilegalmente. O tráfico de animais é o terceiro comércio ilegal do mundo, perdendo apenas para o tráfico de drogas e armas e movimenta de US$ 10 bilhões a US$ 20 bilhões por ano. No próximo ano a ong concluirá o segundo relatótio sobre o tráfico de animais no país.
Aqui no Brasil, ainda de acordo com dados do primeiro levantamento da Renctas, 60% dos animais capturados são comercializados no mercado interno e 40% vão para o exterior. Os compradores de animais traficados são, na maioria dos casos, colecionadores particulares, indústrias químicas e farmacêuticas (biopirataria), artesanato e pet shops. O preço dos animais traficados varia de R$ 5 reais a R$ 180 mil reais, dependendo da espécie. Um filhote de jibóia é vendido nos Estados Unidos por valores entre US$ 800 e US$ 1 mil.
À biopirataria destinam-se animais venenosos, como aranhas, cobras, escorpiões e sapos amazônicos. O artesanato utiliza partes de animais (penas, ossos, garras, dentes e peles). Nos pet shops, são vendidos araras, papagaios, tucanos, pássaros de canto e peixes ornamentais, que chegam a valer US$ 1.500. Dos animais traficados, 82% são aves, preferidas pela beleza da plumagem e do canto.No endereço ao lado está o texto na íntegra pra quem quiser mais dados sobre o assunto, repassem se puder, e não SE sinta indignado aO se deparar com uma situação que envolva o comércio ou exploração de qualquer ser vivo deste planeta, DENUNCIE.(psicopauta.wordpress.com/biopirataria)

4 comentários:

Heron disse...

A impunidade é gigantesca, como corrigir tudo isso? Como denunciar?

10 ovos de arara na maleta valem cerca de US$ 100 mil

Nossa, é de mais, o ser humano desde o início da história tem os olhos gordos pelo tudo do planeta, ou seja, o Materialismo Histórico. Com essa impunidade, como impedir que isso aconteça?

da disse...

tipishhhhhhhhhh

foda ;/


-voce posto em otro lugar que agora nao sei onde eh,
mas dizendo que 80% dos alunos nao tao nem ai pra tua aula e so querem dormi,
eu durmo sempre na tua aula,
mas, isso nao quer dizer que voce nao eh o otimo professor que eh,
mas eh que aprender sobre a reprodução entre os cnidarios que tem circulaçao cutanea e respiraçao giminosperma nao eh muito interessante ;////


mais revoltante que a biopirataria, é dizer que alguem nao esta apto a entrar em tal universidade so porque nao sabe balancear uma equaçao entre acidos e oxidos na quimica sendo que quer fazer um curso que tu nao vai usar nada disso...

ok, mas que se foda, nao vou mudar nada postando isso, entao tenho que ir estudar umas teorias escritas por cientistas drogados que dizem que os eletrons fazem orbita elipticas e que a celula tem uma cadeia de dna lida por um ribossomo
e acha que isso é importante


vestibular deveria ser apenas assuntos como a biopirataria e elementos quimicos, biologicos, geograficos, historicos envolvento tais assuntos seria menos entediante, algo que sabemos o que tem a ver com o mundo e tal

parabens aae e bom trabalho

jefferson disse...

isso é foda cara
o mais foda é que as autoridades poucom se interessam na real os únicos que vão a fundo são os jornalistas que pesquisam e pa e nem todos tem uns que nem ligam
isso que heron falou é pura verdade
hoje em dia hoje dia não sempre só ligou para $ não pensou em preservar ou viver em harmonia tão nem aew querem é foder com tudo o contuydo que eles enxam o bolso. um jeito de denunciar um jeito de prevenir ? sinceramente não existe cada um faz sua parte mesmo que indignados não podemos fazer nada amigo a não ser que vamos lá para amazônia e ficar lá denunciando etc até algum louco calar a nossa boca ou simplesmente os cara do meio ambiente não dar bola
por que a corrupção ta cruel ! até nisso :S

Eduardo disse...

Na 47ª linha, a 58ª palavra depois da virgula, começa com 'gene' e temina com "tica" portanto leva acento no e.
uahuahuahuahuah zuera, parabens pela criticidade prof, é de pessoas assim q o mundo precisa e nao dessa mesmicie q td mundo é...sem querer ser mtu paga pau
flwss